Apotegmas vãos, Gogh?

 

1.

 Ao vencedor as batatas?

 

Os Comedores de Batatas, Van Gogh

 

Ora, Quincas Borba, vá você plantar batatas.

 

2.

 Sua alma, sua palma?

Three pairs of shoes, Van Gogh, 1886-1887, Fog Art Museum, Harvard University.

 

Não. Teus pés, o que és. Dize-me com que andas e dir-te-ei quem és.

 

3.

Quem semeia ventos

 

The Sower (after Millet), Van Gogh, 1890, private collection

 

só colhe tempestade?

 

Wheat field under clouded sky, Van Gogh, 1890, Van Gogh Museum.

 

 

 

 4.

O bíblico Verbo que se fez carne,

 

Still life with bible, Van Gogh, 1885, Van Gogh Museum

 

uma natureza morta?

 

5.

Enquanto sonhas, Van Gogh,  ser Jean-Fraçois Millet,

 

Noon: rest form work (after Millet), 1890, d’Orsais

 

a caravana da vida passa, ladrando, sem descanso.

 

 

6.

Still Life with French novels and roses (1887)

 

Natureza morta, sim.

Afinal, rosas românticas + românticas novelas francesas = à morte da angelical natureza feminina.

Como epitáfios de proveito e exemplo, sirvam Madame Bovary (do Flaubert), Luísa (do Eça de Queiroz) e Capitu (do Machado de Assis). Cujas fugas ao tédio conjugal de estéril papai-e-mamãe mostram quão morta é a natureza romântica.

E viva a natureza instintiva do Naturalismo!