Daumier, I: Riso escarninho 
 

1. Artes da fotografia

Em fins do século XIX e início do XX, a fotografia quis desbancar as subjetividades impressionista e expressionista da pintura, propondo-se a expressar fielmente a realidade fotografada. Com o passar do tempo, a fotografia, que desejava desbancar a arte pictórica, reivindicou ser arte

Daumier, Nadar elevando a fotografia às alturas da arte

e esforçou-se por captar as impressões e expressões da subjetividade com sua lente-retina fixa na realidade.

Robert Capa -  Death of a loyalist soldier, Spain, 1936

Já que vamos tratar de Realismo/Naturalismo e de sua pretensão de ser fotografia da realidade, quero apresentar-lhes, pelas artes e manhas fotográficas de Felix Nadar, a personagem dessas Pinceladas: Honoré-Victorien Daumier  (*Marselha, 26/2/1808 - † Valmonois, 10/2/1879)

.

Foto by Nadar
  

2. Fumos de realidade

A miopia impressionista serviu para esfumar a realidade, escondendo-lhe a feiúra das mazelas.

Monet, Saint-Lazare Station, 1877

Por essa óptica  idealizante (a de Béraud e outros, por exemplo),

(Ver Quintas Iluminuras – Béraud, dezembro 2012)

Paris era uma festa, um luxo, um sonho de consumo turístico muito bem retratado por essa imagem (esse sim, vagão de primeiríssima classe) inspirada na série Chemins de fer, de Daumier

Daumier, Vagão de primeira classe, numa versão da Louis Vuiton 

Já o Realismo/Naturalismo, como aquele intelectual caracterizado por Joãozinho Trinta, gostava de pobreza, miséria, de passeata de protesto,

Daumier, A Revolta e o público

ouvidos atentos ao clamor popular das ruas. 

A Gare de Saint-Lazare, de Daumier,

Daumier, At the gare of Saint-Lazare, 1863

ao contrário da de Monet (aquela mal entrevista lá em cima), mais parecendo  metrô em hora de pico,

Daumier, Les trains de plaisir

é um convite para que conheçamos a Paris de segunda e terceira classes.

                               

Daumier, Vagão de Segunda Classe


Daumier, Vagão de Terceira Classe

--- enfim, companheiros(as), a Paris das classes há séculos esquecidas pelo poder público empalmado pela burguesia reinante!

Daumier, The lower classes