Daumier, III: Sem caricatura
 

6. Do ser ou não ser

Qual a verdadeira imagem do ser Daumier?  A da lente-retina da fotografia de Felix Nadar,

Foto by Nadar

que se presume próxima do real? Ou a da retina do próprio Daumier,

Autorretrato 1869

revelando-se na e diante da tela para além da aparência epidérmica?

7. Quixotesco

Saltimbanco na arte,

Os Saltimbancos

a percorrer, mambembe, os espaços da pintura, da charge e da escultura caricaturesca,

Sem título

Daumier procurou aproximar-se do povo, a fim de, rufando tambores de protesto, despertar-lhe a atenção

Os Saltimbancos, 1866-67

para a os vícios e mazelas sociais que expunha.

Quixotesco, as cavalarias da ficção tinham-lhe ensinado

Quixote e seu mundo

ser a arte capaz de recuperar e resgatar a sociedade (sua sonhada Dulcineia impoluta)

da ação deletéria do meio, do momento, da raça, esses perigosos e gigantescos moinhos de vento que a rondam, ameaçando-lhe a virginal pureza.

D. Quixote e a mula

A carniça da mula com que se defronta é imagem da asnice de seu sonho quixotesco ou da podridão social, inutilmente combatida?