"V-se como se quer e esta falsidade que constitui a arte." (Degas)