Henri de Tolouse-Lautrec

*Albi (sul da França), 24/11/1846 - † Malromé, 9/9/1901

Filho de primos carnais, haveria de sofrer as consequências da consaguinidade e endogamia aristocráticas. Duas quedas despenharam-no das alturas da normalidade? Com 1,52 cm não era, contudo, um anão no talento.

Aristide Bruant, Cha-U-Kao, Mireille, La Goulue, Yvette Guilbert são cartazes vivos do grande assomoir zolaiano que era a vida – e sua vida por circos, cabarés, bordéis.

Lautrec_Aristide.jpg (439656 bytes)     Lautrec_cha-u-kao.jpg (138834 bytes)     Lautrec_la_goulue.jpg (163082 bytes)     Lautrec_yvettet.jpg (105745 bytes)

Apurava cores no álcool. Contudo, o lápis, o crayon e o pincel sempre lúcidos e firmes às mãos de seu delirium tremens.