Ser politicamente correto

Ser politicamente correto é a desculpa envergonhada à intolerância preconceituosa e casca-grossa da Norma social.

 

A arte de ser politicamente correto

Ao longo do tempo, a pintura deu-nos belas imagens de

crianças de colo

(Robert Campin, The virgin and child before a fire screen) (Jean Fouquet, Virgin and Child)

de gestantes,

(Gustav Klimt, A Esperança II) (Gustav Klimt, As três idades da Mulher)

de idosos

Rembrandt, Autorretrato com mãos juntas (Rembrandt, Ancião com Bengala)

e deficientes

(Picasso, Refeição do homem cego)

Eram seres cujo Ser, com sua essência, não estava reduzida à caricatural condição existencial de handicapped.

Coisas da vida, que, envergonhada, se desculpa, querendo ser politicamente correta.

(Hans Baldung, As três idades do homem e a morte)